MENU

Pensando como planejar um casamento íntimo, mas não quer um casamento onde esteja só os dois ? Entretanto também nunca sonhou com um grande casamento. Se identificou com o Elopement, mas ao mesmo tempo não se imagina casar sem seus alguns familiares e amigos. Para você que está nessa dúvida, o que procura é exatamente um casamento íntimo, conhecido como micro-casamento (celebrações pequenas com apenas alguns poucos convidados, normalmente alguns familiares e amigos íntimos).

Lucho Vargas Fotografia

Quem nos acompanha aqui no site e nas redes sociais, pode imaginar que fazemos apenas os Elopements apenas com o casal, mas na verdade alguns deles não abrem mão de trazer seus familiares no dia do casamento, e podem ter certeza, que mesmo com os convidados, nossos casamentos continuam incrivelmente autênticos, pois o principal não se perde, que é o casal realmente fazer 100% do que gostaria no seu dia, e se o dia mais intimo deles, pede algumas pessoas queridas, vamos lá! E prometo que vai ser lindo.

Muitos motivos fazem com os casais não queiram algo tão intimo, como um Elopement, mas também não querem ter toda aquela dor de cabeça de um casamento tradicional com muitos convidados e carregados de regras impostas pela indústria dos casamentos. Se esse é o seu caso, continue lendo!

O que é um Casamento íntimo?

Basta uma simples pesquisa no google e você vai ver uma infinidade de definições, cada um definindo um limite mínimo de convidados, mas para nós, consideramos um micro casamento, uma celebração que não ultrapasse 30 convidados. Mas para nós o que define se um casamento é um Elopement ou Micro, nem é necessariamente o número de convidados, mas sim a intenção dessa experiência. Enquanto que nos casamentos tradicionais, o casal é bombardeado por uma infinidade de decisões a tomar, com mais foco na festa em sim que no próprio casal. Um casamento íntimo pode ter toda a essencial de um casamento puro e autêntico, mas ao mesmo tempo convidar algumas pessoas especiais.

A diferença está justamente aí, a celebração é focada 100% no casal, sem aquelas tradições e estruturas dos casamentos grandes. Claro que existem casamentos tradicionais com toda a regra e etiqueta que os casamentos grandes pedem, com a única diferença de terem poucos convidados também. Mas geralmente os casais que fotografamos procuram justamente fugir disso, querem um casamento verdadeiro e personalizado, mesmo quando trazem alguns convidados.

noivo com seus convidados

Primeiro passo é chegar a conclusão de que decidiu fazer um casamento íntimo, mas algumas vezes saber quem vai fazer parte desse mínimo pode se tornar uma tarefa difícil. Então, como forma de ajudá-los, fizemos uma lista com algumas sugestões que nossos noivos anteriores já fizeram, quando passaram por essa fase de criar a lista.

  1. Fale abertamente com seu noivo: Pergunte um ao outro, até que ponto aquele convidado é próximo aos dois? ele apoia a relação de vocês? Convidar ele vai gerar certo constrangimento com alguma outra pessoa?
  2. Estabeleça um limite e tente não ultrapassar: Não convide uma pessoa por imposição de terceiros, lembre-se, vocês optaram por um casamento íntimo, e essas pessoas que farão parte desse dia, tem que realmente merecer fazer parte desse momento.
  3. Foque no seu limite: Não importa de que forma você delimitou o número de convidados, se pela localização ou por um número aleatório que chegaram a conclusão. Mantenha esse limite e quando possível use até o limite do local como desculpa, por ex: existem lugares como no caso do Palácio de Monserrate, onde só liberam casamentos íntimos o limite máximo de 20 pessoas, nesse caso, se torna impossível ultrapassar esse número.
  4. Seja honesto: Caso alguém que não esteja na lista fique perguntando se vai ser convidado, fale logo a verdade e explique que vocês como casal optaram por algo íntimo e por esse motivo, fica impossível convidar todos que gostariam.
cerimonia dentro do palácio

Depois de conversarem entre si e chegarem a conclusão do casamento que desejam fazer e os valor médio e máximo para esse sonho, vamos agora passar do papel para torná-lo realidade e de como planejar casamento intimo

  1. Escolha da data: Para planejar um casamento íntimo, para avançar com as reservas é muito importante a escolha da data, mas caso ainda não tenha, não se preocupe, você pode entrar em contato conosco mesmo que ainda não tenha uma data ou local em mente, até porque parte do nosso trabalho como fotógrafos de Elopement e casamentos intimistas é ajudar você a descobrir e juntos alinhar esses detalhes. Em nosso primeiro contato vamos justamente discutir pontos e ver prós e contras de determinadas datas e locais.
  2. Escolha um local: Alguns casais já chegam com esse ponto definido, mas em sua grande maioria, só após uma conversa mais detalhada para conhecermos o casal e saber com o que se identificam é que conseguimos avançar para o local e saber o que precisa para reservar ou se precisam de alguma licença de uso.
  3. Planejando os pequenos detalhes: Uma das grandes diferenças de uma casamento grande é acima de tudo a praticidade e não ter aquela infinidade de coisas para organizar até o dia. Entretanto não deixa de ser um dia especial, e nesse caso sempre é bom já deixar tudo organizado e definir quem serão os poucos fornecedores.
  4. E por fim, relaxe : Com todos os pequenos detalhes definidos, é hora de pensar apenas no dia incrível e único que vocês vão ter, e principalmente, sem estresse. Você já fez tudo o que precisava para se preparar para este momento, agora é a hora de respirar fundo e estar totalmente presente para comemorar!

Nos Elopements apenas com o casal, a facilidade em encontrar um local independende do estilo do casamento é muito maior, pois quanto mais pessoas os noivos convidam para um casamento, maior se torna a dificuldade com a logistica. Por exemplo: Imagine que vocês desejam fazendo um elopement de aventura, que precise caminhar e de não tão fácil acesso. Nessa situação, nem todos os convidados vão se sentir confortáveis ou com habilidade de caminhar nesses ambientes. Entretanto, alguns lugares são ótimos para cerimônias, independente de o casal ter ou não convidados.

Listaremos apenas algumas de nossas idéias favoritas de locais íntimos para casamentos abaixo:

  1. Palácios e Hoteis de luxo: Alguns espaços em Portugal estão completamente preparados para casamentos os Elopements e também para os casamentos íntimos, com valores atrativos e toda uma experiência nesse tipo de evento.
  2. Casamentos no Quintal : Pensar em algum parente ou amigo que tenha uma propriedade linda é uma ótima maneira de garantir que você tenha uma cerimônia totalmente privada com seus convidados. O benefício desse estilo de cerimônia é a facilidade e acessibilidade, tanto para o casal como também aos convidados.
  3. Praias: Portugal é banhado por inumeras praias e muitas delas inclusive com estrutura para casamentos íntimos, a única questão aqui é não esquecer de verificar as licenças necessárias junto aos orgãos responsáveis e também ter certeza se o local é adequado para cerimônias. Uma pequena desvantagem é que esses lugares raramente são privados. No entanto, escolher uma data estratégica e um horário para a cerimônia lhe dará uma chance melhor de evitar as multidões. Claro que também podemos encontrar um local privado para a cerimônia, conhecemos inumeros lugares sem muito tráfego e perfeitos para uma casamento com poucos convidados!
Elopement Alma lisboeta em Lisboa com convidados

Quando você está se casando com convidados, a cerimônia pode incluir seus entes queridos. Você ainda pode se casar em um local ao ar livre com um cenário de tirar o fôlego e ter uma festa de casamento. Depende totalmente de você o envolvimento de seus convidados! Você pode pronunciar seus votos abertamente na frente de todos, ou ao lado apenas para os ouvidos de seu parceiro. Sua cerimônia de casamento não precisa ser diferente porque você tem convidados, mas também é uma oportunidade divertida de envolver as pessoas na medida que você quiser.

 Aqui estão algumas idéias divertidas para transformar sua cerimônia de casamento em um pouco mais do que apenas uma troca de votos:

  1. Chame a um amigo para celebrar – Você tem aquele amigo que adora discursar e tem muita facilidade com as palavras? Sim, já presenciamos cerimônias incrívies e divertidas de casais que convidaram amigos.
  2. Realize um ritual de união – Misturar areia, plantar uma árvore, colocar as mãos ou qualquer outra cerimônia de união pode ser uma maneira divertida de envolver entes queridos em seu casamento. Os membros da família podem ajudá-lo a realizar o ritual colocando os cordões em suas mãos ou participar falando algumas palavras. Mesmo que seus convidados não estejam diretamente envolvidos, uma cerimônia de união pode ser uma maneira muito divertida de ter uma cerimônia significativa que eles possam testemunhar.
  3. Peça que alguns convidados para escrever cartas – Isso é algo que você pode envolver como parte da cerimônia ou compartilhar depois. Ter uma carta física de seus entes queridos para guardar com o passar dos anos pode ser uma bela maneira de se lembrar do dia do seu casamento e de quanto apoio você tem de seus amigos e familiares.
  4. Convide aquele amigo ou familiar talentoso – Você tem um amigo músico ou aquele primo extremamente artístico? Música ao vivo pode ser uma maneira super divertida de envolver sua família na cerimônia, tocando músicas para definir o clima, fazer todos chorarem de felicidade e fazer um dia incrível. Criar arte juntos também é uma maneira divertida de envolver todos e produzir algo que você possa ver nos próximos anos!

Se continar pensando em planejar um Casamento Íntimo, saiba que pode chamar sua celebração de casamento de casamento íntimo, micro-casamento ou Elopement, o mais importante é que você tenha o casamento dos seus sonhos exatamente com as pessoas que deseja apresentar. 

Você está pronto para começar a planejar isso? Adoraríamos ajudar!

Comentários
FECHAR
error: Conteúdo está protegido !!